Sonhos que se tornam realidade

Você já teve um sonho que ignorou completamente apenas para descobrir que duas semanas depois seu sonho se tornou realidade?

Questionar por que sonhamos tem intrigado filósofos, psicólogos e cientistas há milhares de anos. Apesar da investigação científica sobre a função dos sonhos, ainda não sabemos por que isso ocorre. Então, o que dizem alguns especialistas sobre esse assunto?

O psicólogo analítico Carl Jung acreditava que os sonhos são uma forma pela qual a psique tenta comunicar coisas importantes ao indivíduo por meio de símbolos. Sigmund Freud, por outro lado, sugeriu que sonhos representam desejos, pensamentos, realização de desejos e motivação inconscientes.

Além disso, a ciência tem a sua própria opinião, implicando que os sonhos podem apenas reflectir as nossas emoções, ou talvez um “teste prático” no caso de sermos confrontados com perigos potenciais na vida real.

Você sabia que Abraham Lincoln teve um sonho prevendo sua morte? Que tal o boxeador Sugar Ray Robinson que sonhou em matar seu oponente dias antes da luta.

Os sonhos podem se tornar realidade?

Se você diz que os sonhos não podem se tornar realidade, por que centenas de milhares de pessoas todos os meses pesquisam na web para perguntar sobre a realização de sonhos? Isto pode ser um acaso, mas não podemos ignorar o facto de que pessoas aleatórias estão a experimentar o que chamam de “sonhos precognitivos” – o conhecimento de um evento ou situação futura, especialmente através de meios extra-sensoriais.

Diz-se que a maioria dos sonhos proféticos não tem significado espiritualmente significativo e não mantém nenhuma ligação com eventos que mudem vidas. Às vezes, esses sonhos podem se basear em algum evento aleatório e insignificante que muitas vezes nos pergunta por que tivemos esse sonho.

Pode interessar-lhe:  Sonhos de borboleta

Os sonhos que prevêem eventos de mudança de vida tendem a ser mais vibrantes ou vívidos, o que ressoa profundamente na psique do sonhador – um sentimento de profundo conhecimento ou intuição.

Os sonhos que tendem a se tornar realidade são geralmente mais vívidos e vibrantes, diferentemente de outros sonhos vivenciados. Os sonhos psíquicos tendem a captar resultados bons, ruins e indiferentes.

Como os sonhos se tornam realidade

Talvez precisemos voltar a 5.000 anos aC e seguir uma página dos antigos egípcios, pois eles foram os primeiros a ter um livro de sonhos.

Eles costumavam usar seus sonhos como uma forma de receber mensagens dos deuses e ajudar a guiá-los pela vida. Normalmente, um indivíduo respeitado, como um padre, poderia ser consultado para ajudá-los a compreender plenamente o significado por trás do seu sonho.

Talvez o ser humano moderno tenha cortado a conexão com a alma, pois ela anseia por ser notada. As pessoas que registram seus sonhos em um diário de sonhos notarão um padrão incomum ao longo do tempo: os sonhos nos falam em uma linguagem metafórica codificada. É mais do que provável que os sonhos que se tornam realidade sejam muitas vezes mais detalhados, vívidos e pareçam ter acontecido ontem.

Seu sonho pode se comunicar com você usando uma picada de cobra como um inimigo em potencial pronto para atacar ou um possível evento ruim que surgirá em um futuro próximo. Talvez um avião que decola conecte você a uma nova etapa ou destino em sua vida.

Agora a pergunta que você deve fazer é se você realmente acha que tem livre arbítrio? Não espere apenas que as pessoas lhe dêem uma resposta. Pegue um diário de sonhos e veja o que o futuro reserva para você!

Pode interessar-lhe:  O que significa sonhar com alguém do passado?

Por que os sonhos podem se tornar realidade?

  • Para fornecer avisos sobre pessoas ou situações
  • Perigo inesperado
  • Avanços e crescimento pessoal

Citações de sonhos se tornam realidade

Sonhos não funcione a menos que você tome uma atitude. A maneira mais segura de fazer o seu sonhos se tornam realidade é vivê-los.” -Roy T. Bennett

“Não siga para onde o caminho pode levar. Em vez disso, vá para onde não há caminho e deixe um rastro.” – Ralph Waldo Emerson

Deixe um comentário