Símbolo da cobra de duas cabeças

A cobra de duas cabeças é um símbolo altamente incompreendido que representa renovação, renascimento, transformação e energia. Devido ao fato Cobra muda de pele e emerge de novo, acredita-se que reflita uma transformação completa.

A serpente é um símbolo universal, mas enigmático, frequentemente associado tanto no Novo Testamento quanto na Bíblia Hebraica como mal, morte, veneno, engano ou tentação; junto com poderes de fertilidade, fé e cura.

A imagem da cobra de duas cabeças é anterior aos textos cristãos e hebraicos encontrados gravados nos hieróglifos nas paredes do Egito, ou comumente associados na arte mesoamérica representando o deus asteca Quetzalcoatl, durante 1519. Hoje vemos frequentemente o cobra de duas cabeças fazê-lo aparecer em nossos sonhos, na mitologia ou em torno de uma equipe muitas vezes alada que representa a área médica.

Significado do sonho da cobra de duas cabeças

Em nossos sonhos, as cobras são conhecidas por se transformarem em várias cores, tipos específicos, venenosas, não venenosas e, claro, mostrando múltiplas cabeças. Levando em consideração o temperamento da cobra, a localização, o movimento e o contexto do seu sonho, todos esses fatores que determinarão se essa ameaça pertence ao exterior ou permanece inconsciente dentro do sonhador. Além disso, uma cobra que morde um sonhador não significa necessariamente um aviso, mas pode estar relacionada à cura ou transformação interior.

Artigo: Como identificar um sonho de alerta

Semelhante aos mitos e relatos bíblicos, as cobras contêm dois significados completamente opostos. Embora um cobra de duas cabeças no seu sonho puxa mais para a cura, sabedoria e transformação. A linguagem dos sonhos fala-nos através de símbolos, parábolas e metáforas – uma serpente de duas cabeças liga-se à energia feminina espiritual divina e à renovação cíclica eterna ou a um ciclo de vida.

Pode interessar-lhe:  Sonhos de super-heróis

Cobra de duas cabeças e transformação

Sem começo nem fim o cobra de duas cabeças contém elementos do Ouroboros (cobra comendo o próprio rabo); devorando o próprio rabo para preservar a vida, numa eterna regeneração ou recriação de si mesmo. A cobra de duas cabeças pode ter aparecido em seu sonho como um símbolo de que essa energia feminina inconsciente que reside na base da sua coluna (chakra raiz) foi agora ativada. Conhecido como Kundalini acredita-se que seja uma força ou poder associado ao divino feminino ou ao aspecto informe da Deusa.

Se a cobra também surgir em nossos sonhos como comportamentos inconscientes, impulsos, emoções sexuais (fálicas masculinas) ou emoções, isso também pode chamar a atenção do sonhador para pontos de vista conflitantes. Em alguns casos, se a cobra emerge, ela encoraja ou promove a mudança interior – duas cabeças puxam em direcções opostas, reflectindo estes sistemas de crenças na sua vida.

Asteca: significado de cobra de duas cabeças

Na cultura asteca, Quetzalcoatl ou serpente emplumada, era uma divindade criadora conhecida nas representações artísticas de uma cobra de duas cabeças. Ele era considerado o deus da inteligência e da autorreflexão, patrono dos sacerdotes. Esta poderosa divindade serpente foi importante na arte e na religião na maior parte da Mesoamérica por quase 2.000 anos.

Cobra de duas cabeças na mitologia

Também chamada de anfisbena de origem grega é uma mitológicocomendo formigas serpente com um cabeça em cada extremidade. A palavra amphis em grego representa “ambos os caminhos”, e bainein, que significa “ir”.

Deixe um comentário